Cimento 9/03/2018  

Adensamento do concreto: entenda suas vantagens na obra

Na construção civil, o adensamento do concreto é um dos estágios mais importantes da concretagem. Ele faz parte do processo da construção de colunas, vigas, lajes, alicerces, pavimentações e até postes. Neste artigo, vamos explicar o que é essa técnica e quais benefícios ela oferece na obra.

O que é adensamento do concreto?

Durante e imediatamente após o lançamento do concreto em estado fresco, isto é, da sua colocação de maneira regular nas fôrmas, os profissionais técnicos da construção devem movimentar a mistura para eliminar bolhas de ar aprisionadas, espaços vazios e excesso de água em seu interior. Esse processo de compactação é chamado de adensamento e é útil por vários motivos.

homem usando maquina para fazer o adensamento de concreto

O adensamento de concreto é um dos estágios fundamentais da concretagem. Foto: Wacker Neuson SE

Quais as vantagens do adensamento do concreto?

Quando feito corretamente, o adensamento reduz a porosidade do concreto, deixando-o mais denso. A menor permeabilidade atingida faz com que ele suporte melhor a ação de líquidos agressivos. Além disso, a eliminação do ar no interior do material vai torná-lo mais resistente e conferir maior durabilidade às estruturas.
Outra consequência da técnica é que o concreto fica mais aderente aos materiais metálicos. Ela também facilita a acomodação do concreto nas fôrmas, evitando falhas e rachaduras. Assim, um bom acabamento é garantido e as superfícies endurecidas permanecem lisas e bonitas. Com isso, a aparência final da construção é aprimorada e o resultado fica ainda mais homogêneo.

homem com EPI na construção civil usando maquina para fazer o adensamento do concreto

O vibrador de imersão transmite uma vibração para cada ponto da camada de concreto, eliminando os vazios. Foto: Royal Máquinas

Quais as maneiras de realizar o adensamento do concreto?

Há várias formas de compactar o concreto. Duas delas são manuais: o adensamento por socamento e o apiloamento. Por isso, exigem experiência e não são tão eficientes. Ambas são recomendadas apenas em obras de pequeno porte e requerem o uso de barras de aço ou pedaços de madeira como soquetes estreitos. A camada de concreto, que deve ter espessura máxima de 15 cm a 20 cm, é submetida a choques repetidos para que o ar seja expulso. Nesse caso, o número de golpes conta mais do que a força de cada um.
O adensamento feito mecanicamente é o mais comum e pode ser realizado de diferentes modos, dependendo da obra. O vibrador de imersão, por exemplo, é um equipamento bastante usado pelos profissionais. Ele consiste em um mangote com uma agulha na extremidade, que, ao ser inserido no concreto, transmite uma vibração para cada ponto da camada, por alguns segundos, eliminando os vazios.

homens trabalhando em obra de construcão civil para fazer o adensamento do concreto

A régua vibratória desliza sobre o concreto adensando, nivelando e dando acabamento à superfície ao mesmo tempo. Foto: Ativos Construções

Já um vibrador externo, como a régua vibratória, consegue nivelar e adensar ao mesmo tempo pisos e lajes. Há também a mesa vibratória, aparelho capaz de compactar o concreto para a formação de blocos, placas e pequenas vigas; e a centrifugação, processo responsável por criar tubos, postes e estacas. Nesse último processo, os elementos mais pesados do concreto são lançados para a parte exterior da peça, deixando uma alta concentração de cimento no interior.

Quais cuidados devem ser tomados com o adensamento do concreto?

Como qualquer outro procedimento em uma obra, o adensamento deve ser feito com muita atenção para impedir problemas capazes de comprometer a resistência das estruturas de concreto. Confira nossas dicas:
Pouca vibração não é suficiente para eliminar todos os vazios, mas vibração em excesso também é prejudicial, pois pode causar a separação dos elementos do concreto;
O tempo e a frequência das pulsações dependem da densidade do concreto. Quanto mais consistente ele for, maior o tempo e a frequência necessários;
A vibração por períodos curtos em pontos próximos pode ser mais vantajosa do que a vibração por muito tempo em pontos mais distantes;
Não deixe a moldura trepidar durante o adensamento para não formar ainda mais vazios e prejudicar a aderência;
Para não forçar as paredes da fôrma, mantenha a vibração a uma distância de aproximadamente 10 cm delas.
Evite encostar o vibrador nas armaduras. A vibração dos vergalhões pode criar uma camada de espaço vazio em volta deles, reduzindo consideravelmente a aderência do concreto nas barras de aço.

Como você pôde perceber, o adensamento do concreto é indispensável para uma obra de qualidade. Deixe nos comentários sua experiência com essa técnica!