Reforma e Construção 15/03/2018  

Como fazer um muro chapiscado e quais suas vantagens?

Para construir de forma segura, é preciso planejar várias etapas. Cabe aos profissionais técnicos da obra respeitar os diferentes procedimentos e entender a importância de cada um. A aplicação do material para fazer um muro chapiscado, por exemplo, é um desses procedimentos que oferecem mais segurança e resistência, impactando positivamente o resultado final. Neste artigo, tire suas dúvidas para executar a técnica.

O que é chapisco?

Durante a fase de acabamento de um muro ou uma parede, três camadas de material são sobrepostas seguindo uma ordem específica. A primeira delas é o chapisco ou massa chapiscada, um tipo de argamassa que fica diretamente em contato com os tijolos ou blocos. Em seguida, vem o emboço, que nivela o chapisco e facilita a distribuição da próxima camada, o reboco, que deixa a superfície com um aspecto mais liso e preparada para receber a tinta.

close muro chapiscado

Uma das vantagens em se fazer o muro chapiscado é a maior sustentação ao reboco.

A aplicação dessas três camadas é bastante comum em paredes de casas e edifícios. Em relação aos muros, muitas pessoas preferem usar apenas a massa chapiscada, seja porque não se incomodam com o aspecto mais rústico desse revestimento ou porque veem vantagens no custo final da obra, que fica bem menor. Além disso, quem não gosta do aspecto cinza do chapisco, tem ainda a liberdade de pintar o muro da cor que desejar.

Como fazer um muro chapiscado?

Antes de qualquer coisa, é preciso preparar a massa do chapisco. Para isso, basta misturar areia grossa e cimento em uma proporção de três partes de areia para uma de cimento.
Durante a mistura, a água deve ser adicionada aos poucos até a massa ficar áspera e com uma consistência bem mole. Não é possível definir precisamente a quantidade de água, porque isso vai depender da umidade da areia. Por fim, é bom lembrar que o tempo de cura do chapisco é de 24 horas.

muro chapiscado colher de pedreiro balde com concreto

A colher de pedreiro é uma das ferramentas mais utilizadas na hora de se fazer um muro chapiscado.

Na hora de arremessar o chapisco no muro, profissionais técnicos devem manter uma distância de mais ou menos meio metro para formar uma camada de três a cinco milímetros de espessura. A brocha ou a colher de pedreiro são as ferramentas mais usadas, mas, dependendo da extensão do muro, algumas pessoas decidem utilizar uma vassoura para aplicar o chapisco mais rapidamente. Nesse caso, recomenda-se que o chão abaixo do muro seja forrado para que o material possa ser reaproveitado depois. Também existe a possibilidade de operar máquinas a ar comprimido, que facilitam o processo.

Independentemente do equipamento escolhido, o chapisco precisa ser espalhado pela superfície o mais uniformemente possível, para preencher todos os espaços. Os movimentos devem ser rápidos e precisos para que não haja desperdício de massa. Uma boa dica é usar sempre a mesma mão para segurar a brocha ou a colher de pedreiro, para que a energia de lançamento do chapisco se mantenha a mesma.

muro chapiscado com tinta verde

O muro de chapisco, além de deixar a construção mais resistente, também pode ser um excelente elemento de decoração na parede.

Vantagens do muro chapiscado

Por deixar a superfície mais áspera, o chapisco consegue aumentar o atrito com a camada de material que será aplicada em seguida, melhorando a aderência. A massa chapiscada tem a função de se fixar no tijolo ou no bloco e “segurar” o emboço que é aplicado posteriormente. O resultado é uma construção mais resistente e estável.

Além disso, por ser uma mistura que contém cimento, o chapisco é capaz de regularizar a absorção de água. Isso significa que ele protege o muro de umidade e evita infiltrações que podem ser prejudiciais. Caso se deseje potencializar esses dois benefícios do chapisco, é possível colocar na massa alguns aditivos que aumentem a aderência e a impermeabilização. Por fim, como já dito, deixar o acabamento apenas na camada de chapisco é uma excelente opção para economizar no custo total da obra ou dar um aspecto mais rústico ao muro.

Viu como essa mistura torna os acabamentos muito mais eficientes e duráveis? Conhecendo a técnica e os benefícios, fica mais fácil construir um muro chapiscado. E você, já teve essa experiência? Conte pra gente nos comentários!